Treinamento


Flexões de Braço

Wing Chun é o estilo de Kung Fu mais conhecido e praticado no mundo. É eficiente, direto, prático, agressivo e fácil de aprender (fatores que também fazem dele uma das melhores artes marciais para que as mulheres aprendam Defesa Pessoal). Enraizado na ciência e na física do movimento corporal, Wing Chun enfatiza suas técnicas contra uma força bruta, permitindo que praticantes menores ou mais fracos facilmente superem seus adversários que são muito maiores ou mais forte que eles.

É um estilo muito poderoso, ideal para uso em espaços confinados, como aviões, ônibus, escritórios, bares, onde existir obstáculos que limitam a mobilidade, não limitam um praticante de Wing Chun de se defender.

Um princípio fundamental do Wing Chun é a teoria da linha central. Na sua forma mais básica, podemos afirmar que a menor distância entre dois pontos é uma linha reta. Por isso, quando um adversário atacar com um soco “gancho”, seria interceptado pelo avanço de um soco vertical do Wing Chun que chegaria em primeiro lugar.

Outra regra fundamental do Wing Chun é a economia de movimento e energia. Por exemplo, não existem bloqueios travados (duros) no Wing Chun, mas sim um contra-ataque que é mais rápido, preciso e direto para interceptar o ataque. Desta forma, a energia não é desperdiçada no bloqueio e depois no contra-ataque, você deve fazer ambos simultaneamente, desviando do ataque e desferindo um golpe. Os chutes no Wing Chun geralmente são baixos, da cintura para baixo, com o objetivo de parar o o avanço ou ataque do adversário.

Uma técnica importante usada na formação do Wing Chun é o Chi Sau, ou “Prática das mãos que aderem“, em que os adversários aprendem a “sentir” a energia do outro e assim consigam antecipar os ataques através da sensibilidade do toque. Também ajuda a aumentar os reflexos e fornece uma excelente oportunidade para praticar as técnicas e o trabalho de pés.


Prof. Yakko Sideratos e alguns de seus alunos de Wing Chun

Outra ferramenta de treinamento que aumenta significativamente as habilidades dos praticantes de Wing Chun, é o Boneco de Madeira (em chinês: Mok Yan Jong Faat). O foco central do Wing Chun, o Boneco de Madeira, permite que um indivíduo pratique as aplicações das técnicas sem a necessidade de um parceiro.

O treinamento do Wing Chun se concentra na aplicação dos exercícios. Só existem três formas de mãos, a sequência com o Boneco de Madeira e duas formas com armas em todo o sistema. No entanto, para realmente compreender o Wing Chun, é preciso compreender as teorias e idéias por trás das técnicas. Todo o sistema pode ser aprendido de quatro a cinco anos, mas para dominá-lo pode levar uma vida inteira.

O sistema do Wing Chun, como é ensinado no Centro Cultural Yakko Sideratos, está dividido em sete níveis. Cada nível completa a parte anterior, ajudando a desenvolver habilidades do aluno e a compreensão dos conceitos de luta e princípios do sistema. Cada nível tem treinamentos específicos, técnicas e suas aplicações. O aluno deve passar por um teste no final de cada ciclo para demonstrar que são proficientes no determinado nível antes de serem autorizados a prosseguir para a próxima fase.